Dia do Hoteleiro

A profissão parece nova, mas não é. Há 74 anos foi criado o “Dia do Hoteleiro”. A data coincide com a fundação da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), que ocorreu em 1936, durante o 1º Congresso Nacional de Hoteleiros. O objetivo da instituição é defender os direitos da categoria e a primeira celebração ocorreu em 9 de novembro no Rio de Janeiro. Função - Dirigir, administrar e prestar consultoria especializada são algumas das funções do profissional da Hotelaria, que atua especialmente em estabelecimentos turísticos, como hotéis, hospedarias, pousadas, resorts, spas e restaurantes. A profissão está em alta e existe carência de mão de obra especializada no segmento. Atualmente, existe a valorização dos momentos de férias e lazer, sem esquecer o tamanho territorial do Brasil e seu potencial turístico, ainda pouco explorado, mas em crescente desenvolvimento, com destaque para as regiões de praias do Nordeste e regiões frias do Sul. Formação - Com foco nas profissões promissoras, as universidades oferecem o curso para formação de bacharel em Hotelaria, quase sempre associado ao Turismo, diante da ligação entre as áreas. Inicialmente, o curso costuma ser bastante teórico, com estudo focado principalmente nos fundamentos de administração, contabilidade, marketing e também idiomas (principalmente inglês e espanhol). Mas a monotonia acaba logo no segundo ano, quando iniciam as aulas práticas, com ênfase em gestão prática e fundamentos de hotelaria em si. Entre os principais fundamentos de hotelaria estão: logística geral, recepção, gestão de alimentos e bebidas, manutenção física e recreação. Lados da moeda - Por um lado, a hotelaria oferece ampla área de atuação e muita oportunidade de emprego. Além de oferta de trabalho em hotéis e organização turísticas, existe ainda uma procura por profissionais especializados na gestão e organização de grandes eventos, como convenções, exposições e feiras, em especial feiras agropecuárias em várias cidades do interior do Brasil. Para a atuação nessas áreas é preciso dedicação e esforço, especialmente quando o assunto é língua estrangeira. É preciso pelo menos ter fluência e domínio dos idiomas Inglês e Espanhol. Caso contrário, isso pode se tornar um ponto negativo para o profissional, que fica em desvantagem aos colegas. Do ponto de vista pessoal, quem não tiver um perfil calmo, facilidade de adaptação e sociabilidade deve fugir da carreira de hotelaria, já que o contato humano direto é importante e inevitável. Educação e bom humor é primordial neste segmento. História - A hospedagem tem como marco inicial os Jogos Olímpicos. Eles foram de grande importância ao desenvolvimento do Turismo Mundial. Na Grécia Antiga, visitantes de várias localidades iam à Olímpia assistir aos jogos Olímpicos, competições essas que duravam dias. O evento era tão importante que até mesmo as guerras eram interrompidas, deslocando milhares de pessoas. Para os eventos, foram construídos o estádio e o pódio. Mais tarde foram acrescentados os balneários e uma hospedaria, com cerca de 10 mil metros quadrados, com o objetivo de abrigar os visitantes. Essa hospedaria teria sido o primeiro hotel que se tem notícia. (Fonte: www.etur.com.br) e Guia da Carreira


Comments have been closed.